Desenvolvimento Pessoal

Piloto automático | Como sair dele e prosperar

9 min de leitura

Se você deseja atingir grandes objetivos, então precisa saber como sair do piloto automático

Como sair do piloto automático

Mas, o que é o piloto automático?

O piloto automático é um estado mental em que o indivíduo age sem autoconsciência, onde a percepção sensorial do presente não existe. 

Você já sentiu que os dias, meses e anos estão passando, sem que você obtenha resultados?

E quando, finalmente, percebe, o dia já tem chegado ao fim e você pode contar nos dedos o que realizou nas suas horas?

Lamento informar, meu amigo, mas se você se identificou com essas perguntas, pode estar vivendo no piloto automático. 

O piloto automático acontece quando você vive sem intenção, apenas se locomovendo na mesmice, para evitar o gasto de energia física e mental.

Você, simplesmente, executa as tarefas do dia sem pensar muito sobre elas.

Eu já vivi no piloto automático, meu amigo.

Mas, houve um momento em que eu percebi que havia algo errado. 

Certo dia, eu terminei as minhas pendências e no final da tarde, recebi uma reclamação sobre algo que eu tinha entregue. 

Fiquei perplexo, era um erro tão bobo que eu só não teria percebido se não estivesse no presente. 

Mas, a verdade é que eu realmente não estava.

Eu ativava o modo piloto automático para divagar entre o passado e o futuro, enquanto o presente era prejudicado pelo meu baixo desempenho.

Então, já cansado dessa mesmice, eu me dispus a mudar e foi a melhor decisão que já tomei na vida. 

O piloto automático se inicia porque o cérebro decide economizar energia, poupando você de decisões consideradas irrelevantes.

Portanto, o objetivo da sua mente é tornar os processos cada vez mais rápidos, mesmo que precise sacrificar algumas coisas.

Porém, o maior problema do piloto automático é que você estagna no seu aprendizado, perde o foco em atividades essenciais e deixa de lado o hábito de encontrar soluções para problemas.

Por isso, conheça agora, os principais sinais de que você está vivendo no piloto automático, são eles: 

Principais sinais de que você está vivendo no piloto automático

  • Você vaga, constantemente, entre o passado e o futuro, se sentindo infeliz;
  • Sua rotina é bastante previsível e você age sem pensar no que está fazendo;
  • Você, raramente, pensa no porquê de fazer determinada tarefa, apenas executa e entrega;
  • Você não consegue se desconectar das notificações do celular, se tornou um hábito ligar a tela a todo momento;
  • Você costuma se perder em pensamentos, sem focar no que realmente está fazendo;
  • Você possui dificuldade para lembrar das pequenas coisas, já que não foca no presente;
  • Você sabe que algo precisa mudar para evoluir e por isso, está aqui. 

E aí, meu amigo, com quantos desses sinais você se identificou?

É no piloto automático que você pode tomar decisões impulsivas e com baixo nível de consciência, tendendo a se arrepender depois.

Reagir sem pensar, também pode ser um estímulo a partir da vivência no piloto automático, prejudicando o seu estado emocional e elevando-o a níveis de estresse.

Portanto, conheça agora, as consequências de viver no piloto automático, são elas:

As consequências de viver no piloto automático

  • Desperdício de talento, por evitar o gasto de energia para aperfeiçoar habilidades;
  • Frustração com a falta de resultados e conquistas;
  • Sensação de que nada acontece, gerando ansiedade, crises de pânico e outros problemas psicológicos;
  • Rotina focada na mesmice, o fazendo ficar menos feliz;
  • Perda do sentido das atividades, agindo sem ter um porquê;
  • Resultados entregues ao acaso, através da falta de entusiasmo

E aí, como você se sente?

Você sabia que o piloto automático pode aprisionar?

Isso mesmo, meu amigo.

Estando nele, você se torna mais sensível a estímulos externos e pode perder o controle das suas emoções. 

Eu costumo comparar o piloto automático a ferramentas de automação.

Sabe aquelas ferramentas que você pode utilizar para agendar postagens nas mídias sociais?

É como se o piloto automático fosse a ferramenta para automatizar a mente humana.

Você age e reage, constantemente, sem estar consciente. 

Mas, não seja tão extremista, meu amigo. 

Sempre irão existir atividades que você vai fazer no piloto automático, afinal, algumas já até se tornaram hábitos. 

O problema acontece quando o seu dia inteiro é vivido através desses padrões de comportamentos inconscientes.

Além disso, você pode acabar desatento aos seus objetivos.

Imagine, meu amigo, que você possui um objetivo a longo prazo, mas executa as metas diárias de forma inconsciente, longe do presente, sem ao menos dar o seu melhor.

Quais resultados você pretende obter?

Por isso, conheça agora, algumas atividades que podem ajudar você a sair do piloto automático e se manter no presente, são elas:

Atividades que podem ajudar você a sair do piloto automático

  • Fazer exercícios físicos, esse hábito pode ajudar a sua mente a permanecer por mais tempo no presente e fortalecer a sua concentração;
  • Meditar alguns minutos por dia, a meditação pode ser essencial para desenvolver o seu foco, pois estimula uma concentração maior no agora;
  • Manter um hábito de leitura, além de adquirir mais conhecimento, você treina e observa por quanto tempo consegue se manter focado.

Essas atividades diárias me auxiliam a ser mais focado e consciente do presente. 

O piloto automático deve ser utilizado apenas para decisões simples, mas não para controlar todos os passos da sua vida. 

Viver no piloto automático pode trazer a sensação de que nada acontece na sua vida, aumentando as chances de comparação com o próximo e desencadeando problemas emocionais. 

Mas, para sair do piloto automático, você precisa aceitar uma mudança. 

Anos atrás, eu adquiri uma nova amizade. 

Era uma pessoa muito dócil, gentil e disposta a ajudar. 

Mas, um certo dia, ela me confessou que estava cansada de viver no piloto automático e eu a incentivei a procurar por ajuda. 

Porém, o tempo passou e eu percebi que as coisas continuavam da mesma forma.

A verdade é que ela escolheu não mudar.

Mudanças exigem esforço e trabalho contínuo, além de um alto gasto de energia, não mudar foi mais cômodo para ela. 

Mas se você está aqui, acredito que deseja, fortemente, largar esse estilo de vida.

Por isso, conheça agora, os benefícios de sair do piloto automático e viver no presente, são eles: 

Benefícios de sair do piloto automático e viver no presente

  • Potencializar as suas relações interpessoais, por conseguir se conectar melhor com o próximo;
  • Memória mais afiada para lembrar de pequenos detalhes;
  • Facilidade de organizar várias informações ao mesmo tempo, sem esquecê-las;
  • Compreensão de que o tempo do outro é diferente do seu, e por isso, não deve ocorrer comparação;
  • Não esperar pelo acaso e perseguir os seus objetivos;
  • Saber exatamente o porquê de você precisar executar certas atividades;
  • Conhecer o seu propósito e entender o sentido da vida. 

O presente, realmente, é a ponte para o futuro, não é?

Meu amigo, você sabia que ter um propósito de vida pode ajudar você a sair do piloto automático?

Essa é a hora de reviver o seu, para encontrar força interior e se jogar na mudança.

Se você chegou até aqui, então já aprendeu bastante sobre uma vida no piloto automático, mas chegou a hora de compreender como sair dela.

Quer aprender isso na prática?

Então, vem comigo! 

6 maneiras de sair do piloto automático e ter resultados acima da média [ A 5° é a minha favorita ]

1. Encontre sentido no seu propósito de vida

Encontrar sentido no seu propósito de vida

 

Esse passo é um dos principais para sair do piloto automático.

É bem simples, meu amigo, você precisa de um trabalho estimulante e que faça você se sentir entusiasmado.

Se você, atualmente, se sente entediado e na mesmice, existem duas alternativas para o seu problema:

  • Falta de um propósito para amar o que faz;
  • Falta de um sentido no seu propósito para voltar a amar.

Se você estiver preso na segunda opção, então precisa reviver e relembrar os seus porquês, comece a fazer perguntas a si mesmo para trazer à tona o que você sentia lá no início do projeto. 

Quem ama o que faz consegue se manter conectado com mais facilidade, utilizando a paixão pelo seu propósito.

A partir daí, a criatividade ganha força e o sentido é reafirmado. 

2. Insira novos hábitos na sua vida

Como inserir novos hábitos na sua vida

Essa pode ser a chave para sair do piloto automático. 

Para iniciar a sua saída do piloto automático, você precisa investir em novos hábitos que o seu cérebro desconhece.

O objetivo é fazer a sua mente pensar e gastar energia.

Quando você começa um novo hábito, o cérebro precisa estar atento a cada detalhe e focado para que as coisas realmente funcionem.

Essa atenção, trazida pelo novo hábito, conectará você com o presente e poderá fortalecer a sua concentração, para não vagar no passado ou futuro. 

Alguns exemplos de novos hábitos: 

  • Optar por caminhos diferentes quando precisar sair;
  • Fazer exercícios ao ar livre;
  • Ler um gênero literário que você não tem costume;
  • Ajudar e se comunicar com desconhecidos;
  • Fazer um curso para aprender coisas novas.

Todas essas atividades exigem atenção do cérebro, pois, estão fora da sua zona de conforto.

Logo, podem ajudar na tarefa de se manter conectado com o presente.

3. Utilize o método mindfulness

Como praticar o método mindfulness

É o método que pode estimular a saída do piloto automático. 

O método mindfulness se trata de um conjunto de práticas que podem ajudar você a manter o foco no presente.

Esse método pode auxiliar também a:

  • Desenvolver a empatia e se colocar no lugar do próximo;
  • Controlar melhor as suas emoções;
  • Melhorar a sua produtividade;
  • Aumentar o seu foco. 
  • E, aumentar os seus níveis de consciência. 

O mindfulness pode ser feito através de exercícios, como: Meditação e Técnicas de respiração.

Porém, o maior objetivo desse método é desviar os seus pensamentos do passado e do futuro, focando no presente e naquilo que você está executando.

Recomendo bastante que você conheça um pouco mais sobre o mindfulness e o aplique na sua vida. 

4. Medite para permanecer no presente

Meditar para permanecer no presente

 

A meditação é a técnica mais utilizada para sair do piloto automático.

Eu já mencionei, ao longo de todo esse conteúdo, a importância da meditação, mas é válido dar uma atenção especial a ela.

A meditação funciona como um treino, é preciso praticá-la com frequência, assim o seu foco e concentração serão melhorados.

No início, é um pouco estranho, eu compreendo.

Mas, à medida que você for praticando, tudo começará a fazer sentido, afinal, é isso que você está procurando, não é?

Um sentido para sair da mesmice e do piloto automático.

Para quem tem dificuldades ou não sabe meditar ainda, eu recomendo você tentar apenas esses dois passos:

 

  • Esvaziar a mente em um local silencioso;
  • E focar na sua respiração.

Não precisa ser perfeito no início, a excelência aparecerá quando a prática for repetitiva. 

5. Evite julgar tudo o que você observa

Como não julgar os outros

Esse passo pode facilitar a sua saída do piloto automático.

Certo dia, eu ouvi dois vizinhos conversando, um deles tinha acabado de plantar uma bela árvore na frente do seu lar e o outro apenas observava.

Ao final, de toda a mão de obra, o segundo vizinho chegou para o outro e falou: ‘’É linda, mas vai dar muito trabalho para você, as folhas vão tomar boa parte da rua quando caírem.’’

Você percebe como é difícil observar algo sem levantar um julgamento?

A partir de agora, eu desafio você a tentar observar os detalhes ao seu redor, sem pensar nada sobre eles, apenas se concentrar nas pequenas coisas.

Talvez seja mais difícil do que parece, porque a tendência a focar e criar dificuldades é enraizada no ser humano.

Mas, é preciso aprender a apenas observar os detalhes, se você quiser sair do piloto automático e não divagar em pensamentos. 

Lembre-se: Um pensamento sempre levará a outro e afastarão você dos seus objetivos. 

6. Está executando uma tarefa? Pense nela!

Como ter foco nas tarefas

Confesso que esse passo para sair do piloto automático, foi um dos mais difíceis para mim. 

Se você parar e se observar, vai perceber que raramente executa uma tarefa pensando nela.

Você pensa:

  • Naquele problema que fez com que você dormisse mal;
  • Naquela conquista que você tanto deseja;
  • Naquela atitude que você tomou e se arrependeu;
  • Na pessoa que você mais ama;
  • Na pessoa que você não suporta.

Menos na atividade que deveria ter a sua atenção, não é?

Esse vai ser o desafio dessa etapa, estar consciente e direcionar os seus pensamentos para os lugares certos.

Uma ótima dica é não focar em problemas e distrações externas, além de não se apressar para entregar as suas tarefas.

Não há porque ter pressa, as tarefas nunca acabarão.

Conclusão: Ative os seus sentidos!

Como ativar os sentidos

 

Quando entrar em novos ambientes ou até mesmo nos antigos, foque em manter os seus sentidos ativos.

Utilize a sua visão para captar os detalhes, sem julgamentos, o olfato para saborear os aromas, o tato para tocar coisas que deixarem você curioso, o paladar para experimentar sabores e a audição para se conectar com as pessoas.

Talvez você nem perceba, mas quem vive no piloto automático desativa os sentidos que os manteriam conectados no presente. 

Por isso, comece a aproveitar a sua nova perspectiva de vida a partir de agora.

Aprendeu como sair do piloto automático e ter resultados acima da média? 

Então está na hora de dar um novo passo rumo ao seu Sucesso, com o Loop Club.

Mas só entre se estiver comprometido com o sucesso, ok?

Vamos juntos ao topo! 😀