Autoconhecimento

Descubra agora como atingir a felicidade plena com o empreendedorismo

8 min de leitura
Junte-se a milhares de Loopers

Em menos de um minuto, você pode entrar para a nossa lista prioritária e receber conteúdos exclusivos.

Atingir a felicidade plena é muito mais simples do que parece.

A maneira simples de encontrar a felicidade plena

Ter uma rotina cheia para muitas pessoas é motivo de desespero e sobrecarga, mas, para os empreendedores é um sinal de que estão desempenhando o seu papel da melhor forma que conseguem.

E esse pequeno sinal já tem um poder de realização que muitos não chegam a sequer imaginar.

Durante parte da minha infância, eu tive que me virar para atingir pequenos objetivos.

Eu era, como qualquer menino da minha época, louco por vídeo games.

Meu pai não tinha condições de comprar um para mim ou de sempre me dar alguns trocados para ir na Lan House da esquina.

Então, decidi que eu mesmo tinha que conseguir esse dinheiro.

Foi aí que reuni alguns carrinhos de brinquedo que estavam danificados e comecei a pintá-los com o esmalte da minha mãe, para dar uma cara nova e conseguir finalmente vendê-los.

A ideia foi tão eficiente que resolvi pegar outra coisa para vender: as garrafas do meu pai.

Eu nem imaginava, mas durante alguns dias, pensei como um empreendedor.

Não foquei no problema e sim nas soluções.

Não me importei se a minha realidade não era boa o suficiente, eu só tinha que encontrar uma forma de atingir o meu desejo no momento.

E essa era à minha maneira de me conectar com meu interior, um sentimento leve, mas muito forte, que nascia em uma pequena criança.

Algumas pessoas acreditam que é preciso escolher entre a felicidade plena e o seu objetivo, por isso empreender se torna algo doloroso e infundado aos olhos do mundo.

É bem verdade que se você deseja ser um empreendedor, precisa abrir mão de várias coisas.

É nessa hora que pesa para as pessoas comuns, elas não se imaginam deixando de lado momentos prazerosos para se dedicar ao projeto da vida delas, mas querem os resultados.

Segundo uma pesquisa feita pela FIRJAN, os jovens empreendedores brasileiros são mais felizes do que outros que não iniciaram o próprio negócio.

E essa felicidade plena geralmente é ocasionada por três fatores: realização pessoal, qualidade de vida e possibilidade de altos ganhos financeiros.

São esses fatores que acabam levando uma pessoa a iniciar sua jornada empreendedora.

Se você deseja acompanhar cada etapa e descobrir o que faz os empreendedores serem as pessoas mais realizadas e felizes do mundo, continue lendo esse conteúdo.

Baixe esse infográfico valioso em alta resolução clicando aqui.

Por que os empreendedores são tão felizes? [ e o caminho para a felicidade plena]

1. Buscar a felicidade plena é o real propósito da vida

Os empreendedores estão na busca constante da felicidade plena

Os seres humanos desde os primórdios estão em busca de algo maior, suas ações, atitudes e pensamentos levam a apenas uma coisa: a felicidade plena.

Hoje, no estágio da vida em que você se encontra, todas as suas decisões colaboram para o encontro de uma vida feliz.

A felicidade plena não é como a alegria, ela é duradoura até mesmo quando você se sente desmotivado.

Por isso, para alguém se sentir realmente feliz, é necessário que encontre o seu propósito no mundo, algo que contribua na qualidade de vida dos outros, mas que também satisfaça você.

Será que você já encontrou a base para ser feliz?

2. O foco está em manter o nível de felicidade habitual

A felicidade habitual se diferencia da felicidade plena pela necessidade de estímulos constantes

Confuso, não é? Mas você vai entender.

No exato momento em que você ganha um presente, o que sente?

Sua resposta provavelmente foi alegria, pois bem, observe que depois de algumas horas aquele sentimento foi se esvaindo e você aos poucos voltou para o seu estado emocional normal, isso é chamado de: felicidade habitual.

Ao executar tarefas para atingir o seu objetivo final, você precisa estar no estado de felicidade habitual.

Afinal, ele não depende de acontecimentos externos, está ali unicamente pela sua capacidade mental.

É normal que depois de um tempo executando um projeto, você fique desmotivado e queira desistir, por isso é mais proveitoso que trabalhe e cultive a forma com que você se sente constantemente, do que investir em objetos passageiros e prazeres momentâneos.

Para você identificar diariamente a sua felicidade habitual, faça a si mesmo duas perguntas:

Isso me trará a felicidade plena a longo prazo? Ou apenas prazer momentâneo?

Lembre-se: “O propósito da nossa existência é procurar felicidade plena.”

3. O prazer momentâneo é passageiro

A felicidade é uma presa fácil para o imediatismo e o comodismo

Comportamentos negativos trazem mais malefícios do que você pensa.

Você é tão atraído por um prazer momentâneo, quanto um leão quando avista sua presa.

A questão é: Você está aqui porque precisa entender a felicidade plena e não é uma presa fácil para o imediatismo.

O seu lado negativo deseja que você agarre os sentimentos passageiros e se distraia com eles, para que não atinja os resultados que você está destinado a ter, quando cai nesse precipício se torna cego para o preço que será cobrado no futuro.

E o preço nada mais é do que a sua felicidade a longo prazo.

Seguir os passos e o caminho que foi traçado para um objetivo feliz é o maior desafio que você poderia ter, e ele dura enquanto você respirar.

O autocontrole é a qualidade mais desejada, porém a mais difícil de se conquistar.

Mantenha-se atento para não se distrair com propostas que vem unicamente para destruir aquilo que é mais valioso para você: sua missão de vida.

 4. Uma nova perspectiva

Nova perspectiva a longo prazo para conseguir ter felicidade plena

Grandes empreendedores possuem uma visão além do comum.

Talvez você tenha assistido ou lido algo sobre aquele empreendedor tão admirado e tenha pensado: eu não tinha enxergado essa situação dessa forma.

Isso acontece porque eles têm uma perspectiva diferente para lidar com o dia a dia, estão acostumados a se deparar com um conflito de emoções e desafios, por isso não enxergam as coisas como algo que seria “o fim do mundo”.

Em uma determinada época da minha vida, comecei a me auto sabotar.

Eram tantas distrações, notícias e críticas que atingiam minha motivação, que fiquei como alguém que vivia em uma montanha russa de emoções, hora com o entusiasmo lá no alto, em outros momentos quase rente ao chão.

Depois que eu descobri que a característica principal das pessoas bem-sucedidas era o autocontrole, comecei a praticar.

Respirar profundamente, não levar tão a sério críticas destrutivas e me desligar um pouco desse turbilhão de informações “não tão úteis“.

Percebi então, que estava mais conectado com meu eu interior e a partir daí meus objetivos ficaram mais claros, eu finalmente pude sentir a felicidade plena voltando a correr nas minhas veias.

No momento em que decidi que não iria mais aceitar coisas fáceis e focar em um objetivo a longo prazo, tudo começou a fluir.

O trabalho de formiguinha, finalmente se transformou no que eu sempre sonhei, mas que antes achava não ser possível, já que pensava em fazer tudo de uma vez.

A partir do momento que você aceita que não vai acontecer da noite para o dia, a felicidade plena corre de braços abertos na sua direção.

Portanto, você deve parar de achar que só pode ser feliz no futuro.

Muitas pessoas passam a vida inteira adiando a própria felicidade plena e quando estão no leito da morte, percebem que não foram felizes por conta das suas próprias limitações mentais.

Você precisa abrir os seus olhos e enxergar perspectivas diferentes, não se prenda a padrões, pessoas ou vivencias dos outros.

5. A produtividade anda de mãos dadas com a paixão pelo propósito

A produtividade anda de mãos dadas com a felicidade plena e a paixão pelo propósito

Não é novidade que a produtividade é uma habilidade de destaque nos empreendedores de sucesso.

E também, vale ressaltar que não existe nenhuma fórmula ou pílula que vai fazer com que você fique mais produtivo.

Mas existe algo muito simples que pode dar aquele gás na sua produtividade: a paixão pelo que você faz.

Se você tem um propósito e o ama como a um filho, vai saber e entender o que estou falando.

Não há limites para quem tem uma missão, não há desafios que ele não consiga enfrentar.

Faça chuva ou sol, ele estará ali com suas ações consistentes para alimentar aquele objetivo.

A maioria das pessoas passa quase que a vida toda no trabalho, então não é errado ou incomum querer encontrar aquilo que gosta de fazer e o que te proporciona felicidade plena, é como juntar o útil ao agradável.

Se o seu objetivo é claro e o nível de satisfação está em alta, você automaticamente irá se tornar alguém super produtivo.

Encontre nas suas tarefas diárias um significado, seus interesses e valores, não medo e frustração.

Dessa forma, você sempre estará motivado para alcançar metas.

Pessoas que estão “casadas” com suas metas, tem o dobro de disposição para realizar e trabalhar com mais garra e paixão.

Quanto mais envolvido você está, mais próximo estará da felicidade plena, e por fim, entenderá o significado da vida.

6.  Grandes empreendedores doam o seu tempo livre

Grandes empreendedores doam seu tempo livre em busca da felicidade plena

Acredito que você já tenha notado.

A maioria dos homens e mulheres de sucesso, quando chegam em um estágio da vida onde acreditam ter conseguido tudo, começam a se sentir inúteis e muitas vezes desencorajados.

Isso acontece porque eles atingiriam os seus objetivos, mas não finalizaram a sua missão de vida.

É nessa hora, que eles se tornam filantropos, voluntários, doadores e finalmente começam a entender que a sua existência gira em torno de ajudar o próximo.

Bill Gates por exemplo, já esteve na lista dos 20 homens mais generosos do mundo, graças as suas grandes doações e criações de vários projetos de caridade.

Acredite, não existe felicidade plena mais cultivada como a de alguém que conquistou os seus objetivos e agora ajuda outras pessoas a conquistarem também.

7. A sensação de realização pela sua missão no mundo

Libertar sua mente para pensar em objetivos maiores e atingir a felicidade plena

Liberte a sua mente.

Imagine comigo a sensação de ter realizado tudo que você desejava.

A partir de agora sua felicidade não seria mais a habitual, você atingiria a felicidade plena, de ter criado algo que fez a diferença.

Se você consegue impactar o mundo, recebe de volta tudo aquilo que está enviando ao universo.

Talvez agora você tenha entendido, ao menos um pouco, porque esses empreendedores são tão felizes durante uma jornada de altos e baixos.

Conclusão: A plenitude em sentir gratidão por todas as oportunidades da vida

A gratidão é essencial na busca pela felicidade plena

 

Ser feliz para mim nunca foi e nunca será atingir o sucesso a todo custo, é uma jornada. Não seja como aqueles que de tanto falarem: “quero ter sucesso”, esquecem das coisas simples do dia a dia, das pessoas a sua volta, de cada passo até chegar no seu objetivo.

A felicidade plena pode ser escolhida através da sua intenção de enxergar o mundo de forma diferente, escolha ser feliz todos os dias.

E seja grato inteiramente, pela forma que as oportunidades chegam até você.

O sucesso de grandes empreendedores é baseado por meio da gratidão e de uma essência regada em atos de bondade.

Lembre-se: “Alcançar a verdadeira felicidade plena pode exigir que efetuemos uma transformação na nossa perspectiva, nosso modo de pensar, e isso não é nada simples.”

E então, conseguiu ficar inspirado com o conteúdo? Deixe seu relato valioso nos comentários!

Para mais conteúdos como esse, é só acompanhar o blog e, claro, o Loop de sucesso nas redes sociais.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.