Loopstory

A parábola das bananas

2 min de leitura
Junte-se a milhares de Loopers

Em menos de um minuto, você pode entrar para a nossa lista prioritária e receber conteúdos exclusivos.

Certa vez, um viajante resolveu passar algumas semanas num mosteiro do Nepal.

Em uma tarde, entrou num dos muitos templos do mosteiro, e encontrou um monge, sorrindo, sentado no altar.

– Por que o senhor sorri? – perguntou ao monge.

– Porque entendo o significado das bananas – disse o monge, abrindo a bolsa que carregava, e tirando uma banana podre de dentro.

– Esta é a vida que passou e não foi aproveitada no momento certo, agora é tarde demais.

Em seguida, tirou da bolsa uma banana ainda verde.

Mostrou-a e tornou a guardá-la.

– Esta é a vida que ainda não aconteceu, é preciso esperar o momento certo – disse.

Finalmente, tirou uma banana madura, descascou-a, e dividiu-a com meu amigo, dizendo:

– Este é o momento presente, é preciso saber vivê-lo sem medo.

“Só existem dois dias durante o ano nos quais não se pode fazer nada.

Um deles se chama ontem, e o outro, amanhã.

Portanto, hoje é o dia de amar, crescer, fazer, e principalmente, viver.”

 

Gostou da história? Baixe-a em formato de Stories clicando aqui.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.