Empreendedorismo

A mulher no mercado de trabalho: Desafios, crescimento e histórias vencedoras

8 min de leitura
Junte-se a milhares de Loopers

Em menos de um minuto, você pode entrar para a nossa lista prioritária e receber conteúdos exclusivos.

A desigualdade sempre existiu e vem de muito tempo atrás.

Não é novidade para ninguém que a mulher no mercado de trabalho enfrenta grandes desafios para se posicionar e manter uma situação econômica ativa e estável.

Por alguma razão desconhecida, a nossa sociedade se manteve com uma crença limitante bastante enraizada.

Aquela em que o homem é o provedor do lar e tem as oportunidades abertas ao seu dispor, enquanto a mulher deve estar cuidando apenas da casa e dos seus filhos.

E foi assim por muito tempo.

Até que a industrialização chegou ao Brasil, por volta da década de 1940.

Até então as mulheres que apenas administravam seus lares, com exceção das viúvas e mulheres solteiras que precisavam se sustentar e já trabalhavam com atividades entre costura e artesanato, começaram a trabalhar nessas industrias.

Esse momento foi um passo de grande valor na implementação do trabalho feminino.

Mas ele ainda não era valorizado como deveria.

Assim como nos dias de hoje, apesar de que agora existem leis que proíbem esse tipo de atitude, na época da industrialização existia uma enorme diferença na remuneração do trabalho em relação a homens e mulheres.

Isso fez com que a luta delas pela independência financeira fosse ainda mais potencializada, já que nunca tiveram tanto destaque nas vagas de emprego.

A mulher no mercado de trabalho precisa fazer jornada dupla e ter energia para superar os desafios

Além disso, precisam enfrentar diariamente uma jornada dupla, entre tarefas do trabalho e tarefas domésticas, onde seu desempenho permanece intacto, mas a taxa de crescimento profissional em suas carreiras, não consegue se igualar com a mesma rapidez em comparação aos homens.

Durante muitos anos, a situação das mulheres não foi nada favorável, elas enfrentaram e ainda enfrentam muitas dificuldades, como: assédio, preconceito e falta de compreensão, principalmente em relação a maternidade.

Ainda existem muitas empresas patriarcais que favorecem mais os homens, mesmo que a mulher seja qualificada para um cargo de alto escalão.

É preciso quebrar esses preconceitos para valorizar os direitos femininos no mercado de trabalho.

É válido observar que muito já foi alcançado, pois com o passar dos anos segundo o IBGE, o número de mulheres que ocupam uma parte do mercado de trabalho subiu para 49,9%.

E os cargos de liderança que antes só eram ocupados por homens, hoje são ocupados também por mulheres em uma porcentagem de 41,8%.

Os cargos de liderança estão sendo ocupados por mulheres no mercado de trabalho

Como diria Oprah Winfrey, em seu discurso histórico ao se tornar a primeira mulher negra a receber o Cecil B. DeMille: “Durante muito tempo, não acreditavam nas mulheres quando elas contavam suas histórias, mas esse tempo acabou.’’

Existe um amanhã brilhante reservado com oportunidades para todos, sem desigualdade de gênero e ele está sendo conquistado hoje.

A mulher no mercado de trabalho precisa acontecer, para finalmente existir um mundo sem desigualdade e opressão.

Se você leu esse conteúdo até aqui, então prepare-se que agora vem a melhor parte.

Vem comigo!

6 Fatores que mostram que a mulher no mercado de trabalho deve se tornar a tendência mais adotada pelas empresas nos dias atuais

1. Mulheres cada vez mais capacitadas no mercado de trabalho

A capacitação é um fator que favorece a mulher no mercado de trabalho

Uma das características primordiais para o sucesso é a determinação.

O sucesso começa na sua mente, mas é a ação que traz resultados satisfatórios e alguém que está focado em alcançar seus objetivos, não se deixa abalar por desafios, e sim foca na solução para encontrar maneiras de atingir o que deseja.

E é isso que está acontecendo nos últimos dias, as mulheres estão conscientes que enfrentam muitas dificuldades em suas carreiras, mas elas estão em busca de algo maior.

Elas sentem a necessidade de procurar cada vez mais conhecimento e se capacitar para reivindicar espaços que são seus por direito e qualificação.

Segundo o IBGE, as mulheres representam cerca de 55,1% das universidades e 53,5% como alunas em pós-graduação.

Cientes do seu poder, as mulheres não desejam ocupar apenas o mercado de trabalho, mas também seu lugar em instituições e faculdades, afim de estimular e absorver cada vez mais conhecimento.

Esse mindset é extremamente valioso, afinal: “O conhecimento é uma ferramenta, e como todas as ferramentas, o seu impacto está nas mãos de quem usa.’’

Não importa a dificuldade que apareça em seu caminho, fortaleça suas habilidades e mostre que a solução sempre estará na sua mente.

2. Os cargos de liderança estão sendo ocupados por mulheres

A mulher no mercado de trabalho ocupa cargos de liderança com mais facilidade

Aquelas que sempre foram muito subestimadas, hoje estão fazendo história.

Sabe aquela brincadeira de criança sobre falar que alguém era: café com leite, porque era irrelevante?

Por incrível que pareça, muitas mulheres eram tratadas assim em seus empregos e deixavam de se qualificar por que realmente passavam a acreditar nisso.

Entende agora como as crenças limitantes podem afetar gravemente o destino e a trajetória de alguém?

Você pode simplesmente deixar de conquistar coisas grandes porque resolveu acreditar no comentário de outra pessoa.

Mas graças ao avanço e as mudanças que vem acontecendo nos dias atuais, as mulheres que estão se qualificando em busca de novas oportunidades, estão também se destacando e alcançando altas posições nas empresas.

A mente emocional e racional, fez com as mulheres se tornassem aptas e capacitadas a assumirem riscos e se posicionarem a frente de grandes empresas, outras inclusive abandonam seus empregos CLT’s para se aventurarem a abrir seu próprio negócio.

Inclusive no Brasil, existe mais de cinco mulheres empreendedoras, que estão correndo atrás dos seus objetivos e batendo metas todos os dias, para levar as suas empresas a uma posição de sucesso.

As mulheres não estão só no mercado de trabalho e instituições de ensino, mas também criando o seu próprio negócio e inspirando outras mulheres a desenvolverem os seus projetos também.

Lembre-se: ‘’A ação mais corajosa, ainda é pensar por você mesmo, em voz alta.’’ – Coco Channel

3. O mérito e a competência estão sendo analisados cada vez mais

A mulher no mercado de trabalho está se destacando pela sua competência

O mercado de trabalho oscila bastante, mas uma coisa é certa, as mudanças estão acontecendo, devagar e gradativamente.

Está se tornando arcaico e antiquado, contratar alguém por ser homem ou mulher.

Nessa nova era tecnológica em que vivemos, as empresas estão dando lugar a profissionais criativos, inovadores e com habilidades que se destacam para as funções exigidas.

As estatísticas têm que subir e a necessidade é estar à frente do concorrente.

Por isso, o gênero está se tornando apenas uma informação adicional e esperamos que continue assim para a evolução da sociedade.

O profissional nos dias de hoje, deve investir em qualificação para ser capaz de solucionar problemas e assumir riscos, assim poderá construir uma carreira sólida que se manterá firme mesmo em tempos de crise.

E só tem uma forma de conseguir grandes resultados e trazer sucesso para as empresas: trabalhando em equipe.

Sem preconceitos e distinções de gênero.

São as habilidades de um grupo de pessoas que podem fazer o sucesso ser algo mais rápido de se atingir.

4. É preciso aproveitar os talentos em potencial

O talento em potencial é um diferencial da mulher no mercado de trabalho

Segundo a economista Sylvia Ann Hewlett, o talento feminino no Brasil é algo impressionante e que deve ser estimulado.

A mulher precisa estar no mercado de trabalho.

Boa parte das mulheres atualmente, estão compromissadas com suas carreiras, possuem uma grande ambição profissional e vão à luta para conseguir se destacar nas mais diversas áreas.

Elas podem escolher quais passos querem dar nas suas vidas e geralmente procuram empregos em que podem se desenvolver profissionalmente, além de ascender em cargos maiores.

Cabe as empresas, aproveitarem esse potencial vencedor para as suas equipes, afinal, não há algo que um empreendedor queira mais do que ser um imã de talentos para retê-los de forma contínua.

E essa é uma chance de ajudar no desenvolvimento de um profissional que pode trazer todo o diferencial para um futuro negócio de sucesso.

O mercado corporativo pode ser bastante individualista, mas é preciso ser altruísta, como as mulheres, para estimular novos talentos.

5. A diversidade é a nova tendência em relação a contratações

A diversidade é uma característica da mulher no mercado de trabalho

O empoderamento e a diversidade estão ganhando voz e não é apenas nas redes sociais.

As empresas precisam ser justas e estão implementando novas formas de contratações.

Os novos profissionais dessa Era, são cada vez mais curiosos e ávidos para aprender.

Por isso, o tempo em que as equipes precisavam se encaixar em um padrão de empresa passou.

Agora, cada membro pode ser quem realmente é, e contribuir de forma única com as ideias do grupo em busca de inovação.

As informações passam de forma rápida e não há tempo a perder.

É uma necessidade, ter uma equipe com vários tipos de pessoas, pensamentos e culturas.

Mas não é só isso, a competência é a exigência principal e está sendo analisada com muito afinco.

A diversidade faz com que as coisas sejam vistas por vários ângulos e tudo se torne mais fácil.

A ideia não é ter um setor inovador, mas vários setores contribuindo como um todo em um propósito final.

6. As habilidades e força de vontade são irrefutáveis

A mulher no mercado de trabalho possui muita força de vontade para superar barreiras

E isso se confirma ao analisar as mulheres empreendedoras nos dias de hoje.

Não há nenhuma forma de dizer que elas não são boas no que fazem, elas sabem disso e estão dispostas a atingirem novos níveis em suas carreiras.

Existem muitos obstáculos: medo, equilíbrio na vida profissional e pessoal, julgamento e falta de apoio.

Mas a maior lição que essas mulheres podem ensinar é a não desistir.

São anos de luta e desafios, mas a solução sempre aparece.

Por isso, antes de pensar em deixar seu projeto para lá, lembre-se que todas as pessoas estão enfrentando batalhas diárias e que você não é o único tentando.

A mulher no mercado de trabalho é mais uma vitória de pessoas que batalham diariamente pelo seu lugar, se inspire nessa conquista e força de vontade.

Conclusão: Ainda existe muita evolução e luta pela frente!

a mulher no mercado de trabalho e seus desafios profissionais

O objetivo desse conteúdo, não é dizer que um gênero é melhor ou pior que o outro.

Mas sim ressaltar as qualidades de pessoas que são tão subestimadas e enfrentam inúmeros obstáculos diariamente.

A mulher no mercado de trabalho é mais uma conquista, feita através de batalhas incessantes com o sistema que insiste em ditar o lugar de cada um.

A real intenção é trazer esse mindset de pessoas tão fortes para as nossas vidas.

Mentes tão determinadas e persistentes devem ser valorizadas, pois tem muito a ensinar.

Oportunidades para a mulher no mercado de trabalho

O mundo está cheio de oportunidades para todos e o que deve ser analisado são características como: força de vontade, persistência, compromisso e qualificação.

Uma pessoa de sucesso é aquela que constrói uma base firme com os tijolos que jogaram nela.

Aprenda a usar as dificuldades ao seu favor.

Entendeu que a desigualdade não é algo benéfico? Se sim, ótimo, agora é só acompanhar o perfil oficial do Loop de Sucesso no Instagram e aprender com nossos conteúdos motivacionais diários.

A mulher no mercado de trabalho: Desafios, crescimento e histórias vencedoras 1

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.